Ataque em Brasília foi armação da esquerda

Por Repórter Jota Silva

Táticas de guerrilha terrorista – Após a diplomação do presidente eleito Lula do PT, e após o discurso de Alexandre de Moares em que ele acusa a direita de ser um grupo miliciano organizado e a prisão do Cacique da Tribo Xavante, Brasília virou um caos.

Manifestantes com rostos cobertos, um pequeno grupo vestidos de preto e outros com roupa verde e amarela, carregando mochilas, depredaram carros e atearam fogo em carros na capital do Brasil.

Segundo interlocutores, foi uma armação organizada pela esquerda com táticas de guerrilha para atribuir ataques terrorista a grupos pacíficos da direita para construir narrativa sobre contra apoiadores do presidente Bolsonaro para que os movimentos cheguem ao fim antes da posse do presidente eleito Lula em no congresso em 1 de janeiro.

Os manifestantes mascarados depredaram carros e atearam fogo em diversos veículos em frente ao prédio da Polícia Federal do DF alegando resgate do Cacique Serere.

Estranhamente o ataque organizado coincide com o discurso feito pelo ministro Alexandre de Moares horas antes durante a diplomação de Lula e Alckmin no TSE. Veja aqui.

Jornalistas, comentaristas e ex-agentes públicos suspeitam que os manifestantes infiltrados são os mesmos que destruíram ônibus em protestos na cidade de São Paulo e teriam sido recrutados para irem até Brasília na diplomação do presidente eleito Lula, outros analisam se também existem a participação de pessoas ligadas ao PCC e marginais dos morros do Rio de Janeiro.

Assista:

Leia também:

  • Manifestantes ateiam fogo em carros e tentam invadir Polícia Federal em Brasília após prisão de Cacique Xavante Serere
  • Cacique Xavante Serere é preso por ordem de Alexandre de Moraes
  • Alexandre de Moraes chama patriotas de extremistas e diz que será implacável contra opositores da mídia tradicional e do atual sistema eleitoral
  • Após; Eleição não se ganha, se toma e “perdeu mané” a frase da vez é “Missão dada é missão cumprida”
  • Saiba mais em notícias do Brasil