Ciclone vai provocar chuva forte nesta sexta (16) na Região Sul, confira na previsão do tempo

Por Repórter Jota Silva
Ciclone. Foto: Divulgação

Um ciclone, associado a uma frente fria, formado no Oceano Atlântico intensifica a ocorrência de chuvas intensas, nesta sexta-feira (16), em grande parte da Região Sul do Brasil e em áreas da faixa sul do estado de São Paulo, alerta o INMET – Instituto Nacional de Meteorologia.

Uma área de baixa pressão nos médios e altos níveis da atmosfera potencializa a formação do ciclone em superfície e, dessa forma, permite maior transporte de umidade do oceano para o continente. Este comportamento, combinado à topografia da região, contribui para a formação de nuvens muito carregadas, que podem resultar em grandes volumes de chuva nas localidades citadas.

A previsão para o Sul do País indica grandes volumes de chuva no Paraná, Santa Catarina, especialmente na faixa leste destes estados, e na faixa norte e nordeste do Rio Grande do Sul. Os volumes podem ser superiores a 100 milímetros (mm) em 24h, especialmente em localidades da faixa litorânea da região (área com topografia bastante irregular e densamente povoada), o que pode provocar muitos impactos, como alagamentos e deslizamentos. Em São Paulo, as chuvas intensas devem atingir o litoral sul do estado, principalmente, no Vale do Ribeira.

Ainda nesta sexta feira as chuvas devem se concentrar, principalmente, no leste e litoral de Santa Catarina e nordeste do Rio Grande do sul.

O ciclone também vai provocar fortes ventos nas áreas já afetadas pela chuva, com rajadas que podem superar os 80 km/h na costa da Região Sul. No sábado, os ventos começam a enfraquecer.

A massa de ar frio também derrubou as temperaturas nestas regiões.

Previsão do tempo do Simepar

Segundo a previsão do tempo do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná – Simepar, nesta sexta-feira o centro mais intenso de um sistema de baixa pressão atmosférica (letra B no mapa), atua na altura da costa do Rio Grande do Sul. No Paraná, espera-se incursão de ar frio, com ventos moderados do quadrante sul/sudoeste, favorecidos pela circulação da baixa pressão. Com isto, um pouco de umidade do mar também chega até o Estado. A nebulosidade fica mais presente nos setores mais ao sul, com algum chuvisco ocasional.  

Neste sábado, espera-se que uma alta pressão atmosférica (massa de ar mais frio), avance seu centro mais intenso sobre a região Sul do Brasil, contribuindo para um resfriamento significativo. No Paraná, amanhece com baixas temperaturas, mas sem indicativos de geadas, pois a nebulosidade ainda se faz presente em vários setores entre a madrugada e manhã. À tarde o sol aparece.