Iniciativa promove conhecimento e apoio aos cuidadores profissionais e informais

Por Redação Saiba Já News
Iniciativa promove conhecimento e apoio aos cuidadores profissionais e informais

Nos últimos anos, o Brasil tem enfrentado um crescente desafio relacionado ao cuidado de pessoas vulneráveis. Seja na área da saúde, idosos, crianças com necessidades especiais ou pessoas que convivem com doenças crônicas, os cuidadores desempenham um papel essencial na sociedade, oferecendo assistência e suporte emocional. No entanto, a falta de reconhecimento e suporte adequado a esses profissionais informais tem gerado um cenário de sobrecarga e esgotamento. Nesse contexto, destaca-se a importância do autocuidado para garantir um cuidado efetivo e de qualidade.

Segundo o estudo Cuidadores do Brasil, realizado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida em parceria com a Veja Saúde, aproximadamente 78% dos cuidadores familiares não têm cursos na área de saúde. Desses, cerca de 59% têm 50 anos ou mais e 27%, ao menos 60 anos, ou seja, mais da metade são idosos que estão cuidando de idosos.

Entre os profissionais cuidadores, 82% ocupam posição privilegiada no acompanhamento da saúde do paciente, na tomada de decisão e na adesão ao tratamento. Entretanto, os profissionais também sentem as repercussões físicas e psicológicas da atividade, cerca de 48% sofrem com estresse e um em cada cinco com insônia. Além disso, 40% dos participantes, tanto entre cuidadores familiares como entre profissionais, acreditam que a ocupação é totalmente desvalorizada no Brasil.

Diante deste cenário, iniciativas como o Curso Acolher e Transformar têm se destacado ao promover conhecimento e apoio aos cuidadores, tanto profissionais quanto informais. O curso, realizado pela Associação Crônicos do Dia a Dia (CDD), destaca a importância de cuidar de si para cuidar melhor das outras pessoas. 

Compreendendo o papel fundamental dos cuidadores no bem-estar daqueles que convivem com  condições crônicas de doença, idosos e outras situações desafiadoras, o curso visa fornecer suporte e ferramentas essenciais para promover o autocuidado e o bem-estar físico, mental e emocional desses indivíduos. As inscrições para o projeto já estão abertas e são gratuitas, as aulas online iniciam na próxima quinta-feira (22), e abrangem temas como Aromaterapia, Dança Circular, Comunicação Empática e Florais. 

“Acreditamos que investir na capacitação dos cuidadores é fundamental para garantir um cuidado de qualidade às pessoas que dependem deles. Além disso, ressaltamos a importância do autocuidado, pois só podemos cuidar bem dos outros quando cuidamos de nós mesmas”, comenta Giulia Gamba, gerente de comunicação da CDD.

Sobre a CDD

A associação Crônicos do Dia a Dia (CDD) é uma organização sem fins lucrativos e acredita que o diálogo é a ponte para que ninguém precise conviver com uma doença crônica sozinho. O objetivo do trabalho da CDD é apoiar todo o potencial humano para ampliar as perspectivas de vida das pessoas com condição crônica de doença, através de projetos e conteúdos, para que as pessoas não sejam definidas nem reduzidas a seus diagnósticos. Desenvolve desde 2020 o projeto Acolher e Transformar para a conscientização sobre o autocuidado e apoio à pessoa cuidadora, em 2023, conta com o investimento social das farmacêuticas Sanofi e Merck.