Tecnologia na construção civil traz redução de desperdício

Por Redação Saiba Já News
Tecnologia na construção civil traz redução de desperdício

Próspera nos números, a construção civil prevê crescer 4,5% este ano, segundo pesquisa feita pela Prospecta Analytica. Mas tanta prosperidade no campo financeira também traz a necessidade de se economizar recursos e matéria-prima, bem como garantir um ambiente sustentável à obra, para que seus custos de produção sejam minimizados, contribuam também para os números do setor e, claro, para o meio ambiente. Empresas de tecnologia desenvolvem softwares que garantem reduzir de até 40 para 5% o desperdício em obras.

No campo da tecnologia empregada na construção civil, tais avanços garantem o uso de insumos mais duráveis, feitos de materiais menos agressivos ao planeta como a cerâmica, tão essencial nessa área, além de usar softwares e inteligência artificial que contribuem na modernização e assertividade entre projeto, planejamento e canteiro de obras.

Para o engenheiro civil Efraim Sombra Braga, responsável por agregar o uso de novas tecnologias nas obras em busca de reduzir o desperdício de matéria-prima e, consequentemente, o impacto ambiental, a indústria está cada vez mais receptiva às inovações. “Com o avanço tecnológico, a construção civil está adotando novas soluções, como a modelagem 3D, drones e automação para uma gestão mais eficiente dos recursos e maior precisão nos processos construtivos. Isso permite um planejamento detalhado e otimização do uso dos materiais”, explica.

Braga trouxe como exemplo de insumo a cerâmica, tão fartamente usada em nossos canteiros de obras, e listou 5 benefícios desse tipo de matéria-prima para a construção civil:

  1. Sustentabilidade: os tijolos cerâmicos são feitos de materiais naturais, como argila, e podem ser produzidos de forma sustentável. Além disso, eles podem ser reciclados ou reutilizados após a demolição de uma construção.
  2. Resistência ao fogo: os tijolos cerâmicos são resistentes ao fogo, o que significa que eles não contribuem para a propagação de incêndios. Isso ajuda a aumentar a segurança nas construções.
  3. Durabilidade: os tijolos cerâmicos são conhecidos por sua resistência e durabilidade, o que os torna uma opção confiável para construções.
  4. Isolamento acústico: devido à sua densidade e propriedades acústicas, os tijolos cerâmicos podem reduzir a transmissão de ruídos externos, proporcionando um ambiente mais tranquilo e confortável.
  5. Isolamento térmico: Os tijolos cerâmicos possuem propriedades isolantes que ajudam a regular a temperatura interna dos ambientes. Eles podem ajudar a manter a temperatura mais estável e reduzir a necessidade de sistemas de aquecimento ou resfriamento excessivos.

As características citadas são só algumas que podem ser observadas quanto aos benefícios do uso da cerâmica no ambiente da construção.“Esses são alguns dos benefícios, vantagens e impactos positivos da cerâmica na construção civil, contribuindo para a sustentabilidade e o desenvolvimento de edificações mais eficientes e amigáveis ao meio ambiente”, completa.

Na outra ponta está a necessidade do “olhar para o meio ambiente”. Mais do que cuidar de árvores, na construção civil, a questão “verde” passa necessariamente pela economia no uso de recursos, principalmente a água, além de produzir menos entulho, poluição sonora e, claro, fazer construções modernas que tragam impactos ambientais para quando esta estiver pronta e em funcionamento. “A redução de resíduos na construção beneficia o canteiro de obras e a população. Práticas sustentáveis e reaproveitamento de materiais minimizam a geração de resíduos, resultando em um ambiente de trabalho mais limpo e organizado. Isso reduz o impacto ambiental e os custos de descarte. Além disso, melhora a qualidade de vida ao evitar a poluição e promover um ambiente saudável e sustentável”, finaliza o engenheiro.