Maria Victoria destaca liberação de recursos para o funcionamento do Hospital da Criança de Maringá

Por Repórter Jota Silva
Liberação de recursos para o funcionamento do Hospital da Criança. O anúncio foi feito pelo secretário da Saúde, Beto Preto, junto dos deputados estaduais Maria Victoria (PP), Soldado Adriano José (PP) e Evandro Araújo (PSD) e do secretário da Indústria, Comércio e Serviços, deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP). Créditos: SESA

O Governo do Paraná confirmou nesta quarta-feira (14) a destinação de R$ 72 milhões para o funcionamento e custeio do Hospital da Criança de Maringá. O anúncio foi feito pelo secretário da Saúde, Beto Preto, junto dos deputados estaduais Maria Victoria (PP), Soldado Adriano José (PP) e Evandro Araújo (PSD) e do secretário da Indústria, Comércio e Serviços, deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP).

O secretário Beto Preto (PSD) explicou que serão repassados R$ 1,5 milhão por mês, por 48 meses, ao todo estão garantidos R$ 72 milhões nos próximos quatro anos. “Estamos seguindo a orientação expressa do governador Ratinho Junior dentro do co-financiamento tripartite do funcionamento do Hospital da Criança, e agora, assim que abrir as portas, o recurso estará à disposição do Fundo Municipal de Saúde de Maringá”.

  • Após Prefeitura liberar R$ 1,5 milhão mensal para custeio do Hospital da Criança, Governo do Estado anuncia repasse

A deputada Maria Victoria agradeceu ao governador Ratinho Jr pelos recursos destinados ao funcionamento do Hospital e destacou a articulação das lideranças de Maringá. “Estamos trabalhando para dar continuidade ao tão sonhado Hospital da Criança, que já está pronto, equipado e precisa funcionar”, disse.

A parlamentar destacou que a construção é resultado de uma parceria do Ministério da Saúde, Governo do Estado, Organização Mundial da Família e prefeitura de Maringá. “Agora temos a destinação desses recursos para que o hospital funcione o mais rápido possível, dando um tratamento de qualidade e referência para as nossas crianças e qualidade de vida pra todas as famílias do noroeste do estado”.

O secretário Ricardo Barros reforçou a importância do recurso para a estrutura de saúde da região. “Participei da formatação da ideia do hospital quando era ministro e quero agradecer aos esforços do governador Ratinho Junior na conclusão das obras e nesse repasse que irá possibilitar a abertura do Hospital da Criança e o atendimento que planejamos para toda a região de Maringá”, acrescentou.

O novo repasse foi formalizado por meio da Resolução Sesa nº 805/2023. De acordo com o documento, o recurso deverá ser incorporado ao teto financeiro de média e alta complexidade do município de Maringá, que possui gestão plena do Sistema Único de Saúde (SUS), assim que o hospital iniciar as atividades.

Referência

O Hospital da Criança de Maringá foi planejado para ser referência para mais de 4 milhões de pessoas, com cerca de 160 leitos, um centro de pesquisas em doenças raras e atendimento para mais de 20 especialidades da pediatria, entre as quais oncologia, ortopedia, cardiologia, gastroenterologia e endocrinologia, entre outras.

 O Hospital ocupa possui 24,2 mil metros quadrados de área construída. A unidade possui ainda um ambulatório com 28 consultórios, Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), laboratório, centro de estudos, setor para quimioterapia e terapia renal substitutiva, além de ampla área de apoio. Os atendimentos do hospital devem abranger toda a Macrorregião Noroeste, composta por 115 municípios.