Ex-prefeito de Nova York recebe multa histórica

Por Repórter Jota Silva
Ex-prefeito de Nova York, Bill de Blasio

O ex-prefeito de Nova York, Bill de Blasio, foi multado em cerca de US$ 475.000 por uso indevido de fundos públicos durante sua fracassada campanha presidencial.

A multa é a maior já imposta pelo Conselho de Conflitos de Interesses da cidade de Nova York.

“Entre maio de 2019 e setembro de 2019, enquanto servia como prefeito, o réu foi candidato a presidente dos Estados Unidos”, escreveu o conselho ao emitir a ordem de 15 de junho (pdf ) . “Durante esse período, o réu fez com que a cidade pagasse as despesas de viagem de um destacamento de segurança do NYPD [Departamento de Polícia de Nova York] para acompanhar o réu ou sua esposa em 31 viagens fora do estado em conexão com sua campanha presidencial.”

A candidatura de De Blasio à indicação presidencial democrata durou apenas quatro meses antes de ele desistir. Mas, nesse período, ele conseguiu acumular $ 319.794,20 em custos relacionados a viagens para a cidade, incluindo passagens aéreas, aluguel de carros, refeições, acomodações e outros gastos extras.

O conselho também disse que de Blasio foi avisado antes do lançamento de sua campanha de que usar seu destacamento de segurança para viagens fora do estado relacionadas à sua campanha presidencial constituiria uma violação da lei.

Mas como o prefeito acabou desconsiderando esse conselho, o conselho multou De Blasio em $ 5.000 para cada viagem fora do estado – $ 155.000 no total – e ordenou que ele reembolsasse a cidade pelos fundos mal gastos.

Fonte: