França trava ataques digitais de hackers ligados à Rússia

Por Repórter Jota Silva

A ministra dos Negócios Estrangeiros da França informou nesta terça-feira (13) que as autoridades do país travaram ataques digitais híbridos no site do ministério.

Disse que os ataques foram, supostamente, praticados por hackers ligados ao Estado russo. Outros sites do governo e de órgãos de comunicação também foram alvos de ataque.

Catherine Colonna afirmou que a França acredita que esse tipo de ação faz parte de uma campanha ampla de desinformação no país, com origem na Rússia.

“A campanha é claramente baseada na criação de contas falsas nas redes sociais”, disse em comunicado. Moscou, no entanto, continua a negar que está financiado esse tipo de operação.

Catherine Colonna revelou que institutos culturais e embaixadas russas também estiveram envolvidos, reafirmando pouco depois o apoio da França à Ucrânia no conflito contra a Rússia.

Outros países no mundo inteiro têm anunciado apoio à Ucrânia e também ataques como esse. No início desta semana, as autoridades suíças informaram que vários sites do governo foram alvos de ataque, que foi reivindicado por um grupo de hackers pró-russos.

No último mês de maio, as autoridades norte-americanas e o FBI sabotaram software malicioso usado pelos espiões das elites russas.