Precisa de dinheiro? Limite de crédito do BNDES para a Fomento Paraná cresce 20%

Por Repórter Jota Silva
Fomento Paraná. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que o limite de crédito da Fomento Paraná para repasse de recursos das diferentes linhas de crédito será de R$ 180 milhões para o período de maio de 2023 a maio de 2024. O valor representa um aumento de 20% em relação ao limite estabelecido nos 12 meses anteriores.

O BNDES é a principal fonte de recursos de longo prazo para financiamento de empreendimentos no País. Na Fomento Paraná, boa parte desse recurso é usada para empreendedores informais, MEIs e microempresas, nas operações de microcrédito, em valores até R$ 20 mil.

A instituição também atende empresas de pequeno e médio porte, que podem financiar projetos de até R$ 17 milhões, de acordo com a política de crédito da empresa, para compra de máquinas, equipamentos, obras de construção e reforma.

De acordo com o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, o aumento de limites do BNDES é uma medida importante para assegurar a disponibilidade de recursos para apoiar os empreendedores paranaenses.

Além do BNDES, a instituição ainda dispõe de cerca de R$ 220 milhões provenientes de uma abertura de crédito com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e outros R$ 90 milhões disponibilizados pela Finep – Inovação e Pesquisa.

Em março a Fomento Paraná recebeu um aporte de R$ 23,3 milhões do Fungetur — Fundo Geral do Turismo para financiar projetos de investimento, compra de equipamentos e capital de giro, para micro e pequenas empresas de todas as regiões do Estado ligados ao turismo. Além disso, há uma tratativa com o Governo do Estado para uma captação junto ao Banco Mundial (BID), por meio do Tesouro Estadual.

“A captação de recursos de diferentes fontes é importante para podermos oferecer um leque de opções às empresas e empreendedores com juros mais baixos para que possam investir em seus negócios e acelerar a retomada da atividade econômica em nosso Estado”, afirma Neves. “Nosso foco é principalmente os pequenos negócios, dos informais, MEIs, micro e pequenas empresas, conforme determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior”.

GIRO FÁCIL – A estimativa da instituição é que a linha Fomento Giro Fácil, que oferece recursos para capital de giro de até R$ 500 mil, continue sendo uma das mais procuradas. Ela atende micro e pequenas empresas consolidadas, que tenham pelo menos 24 meses de faturamento fiscal declarado, na faixa até R$ 4,8 milhões ao ano.

Considerando as liberações desta linha até o limite de R$ 50 mil, desde novembro do ano passado a instituição contratou mais de R$ 40 milhões, sendo pelo menos 3,8 mil em contratos de microcrédito, até R$ 20 mil.

O limite de crédito de cada operação é calculado conforme o faturamento fiscal de cada empreendimento. Entre as facilidades dessa modalidade estão a possibilidade de dispensa de avalista, permitindo oferecer garantia por meio de fundos de aval ou cartas de uma das Sociedades Garantidoras de Crédito paranaenses. O prazo é de até 60 meses, podendo incluir até 12 meses de carência, e os juros a partir de 1,47 % ao mês (com taxa pré ou pós-fixada).

Para empreendedores informais e MEIs, o limite de crédito é de até R$ 20 mil. Pode ser contratada com opção de garantia de avalista ou fundo de aval do Sebrae. Neste caso, o prazo é de até 36 meses para pagar (inclui três de carência) e os juros a partir de 0,95% ao mês, pelo Banco da Mulher Paranaense.

O acesso ao crédito pode ser pela rede de parceiros correspondentes da Fomento Paraná em associações comerciais e empresariais ou sociedades empresariais credenciadas ou pelos agentes de crédito, nas Agências do Trabalhador e Salas do Empreendedor nas prefeituras. Atualmente a Fomento Paraná está presente com agentes de crédito em mais de 320 municípios.

Além dos Agentes de Crédito ou correspondentes da Rede de Parceiros, o cadastramento de propostas pode também ser feito online, pelo portal da Fomento Paraná: www.fomento.pr.gov.br.