Mais de 100 partos podem deixar de ser realizados no Hospital Metropolitano de Sarandi e mamães terão que procurar outras cidades para terem os seus bebês

Por Repórter Jota Silva
Hospital Metropolitano de Sarandi

Segundo informações que estão sendo apuradas pela redação do Saiba Já News, o Hospital Metropolitano de Sarandi poderá deixar de atender mulheres grávidas, ou seja, poderá deixar cobrir partos de urgência a partir de 26 de junho, por conta de um suposto encerramento de um convênio com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Atualmente, segundo interlocutores, o Hospital realiza aproximadamente 100 partos por mês na cidade de Sarandi. Se o contrato ou convênio chegar ao fim, as futuras mamães do municípios provavelmente terão que se deslocar para outras cidades para terem os seus bebês.

Também segundo interlocutores, a unidade hospitalar já vinha enfrentando dificuldades, o Hospital Metropolitano teria reduzido 12 leitos de UTI dias atrás.

A redação do Saiba Já News está tentando contato com a Secretaria de Saúde do Estado para apurar os fatos, afim de tentar saber qual a real situação e se realmente esse tal convênio pode chegar ao fim e causar o cortes na assistência à saúde da população.

Será mesmo que as gestantes de Sarandi terão que se deslocarem para outras cidades no momento do parto? Como o Hospital Metropolitano de Sarandi teria deixado chegar nessa situação?

Esperamos que com essa reportagem, o Governo do Estado e o Hospital Metropolitano tomem conhecimento e chequem a um acordo para continuar prestando o serviço para a população de Sarandi e região, caso contrário, poderem ter um caos na saúde local.

O Hospital Metropolitano faz parte de uma rede que atualmente atende em mais de 30 municípios do Estado do Paraná, sejam particulares, convênios ou SUS, a possibilidade de redução nos atendimentos ou encerramento de convênio ou contrato é preocupante.