Primeiro emplacamento de veículos de forma 100% digital já pode ser feito no Paraná

Por Repórter Jota Silva
Primeiro Emplacamento Digital, iniciativa é pioneira no Brasil. Foto: Reprodução

Proprietários de veículos do Paraná contam agora com uma nova facilidade e poderão fazer o primeiro emplacamento de forma 100% online, pelo computador ou celular. O Primeiro Emplacamento Digital foi anunciado nesta terça-feira (20) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado, e vai trazer mais economia para os cidadãos, com redução de 17% no valor do emplacamento.

A iniciativa é pioneira no Brasil e facilita a emissão dos documentos e a autorização para a estampagem de placas de um veículo novo. “Seremos o primeiro estado a ter o emplacamento digital de veículos, para facilitar a vida de quem compra um carro. O serviço pode ser feito em menos de 15 minutos e traz uma nova experiência para o cidadão. O processo acontece todo online, do celular, sem sair de casa, com a facilidade na palma da mão”, explicou Ratinho Junior.

Com a dispensa da vistoria, o cidadão tem uma economia de R$ 52,10 no serviço, além do tempo e deslocamentos até o órgão. Os valores de emplacamento variam de acordo com o tipo de aquisição, custando R$ 308,81 com gravame (financiado) e R$ 252,64 sem gravame (à vista).

“Pelo aplicativo do Detran é possível acessar a carteira de motorista digital, os documentos do carro e, agora, fazer o emplacamento do seu veículo. O governo tem o compromisso de fazer com que os serviços prestados pelo Detran sejam cada vez mais rápidos, fáceis e mais baratos”, disse o governador.

O diretor-presidente do Detran-PR explicou que o Primeiro Emplacamento Digital faz parte de uma série de inovações implantadas pelo órgão. Atualmente, 81 serviços podem ser feitos de forma digital pelos proprietários e condutores, através do portal e do aplicativo Detran Inteligente. “O primeiro emplacamento agora poderá ser feito direto de sua casa ou escritório, em qualquer horário, de forma muito simples, rápida e mais econômica”, destacou Furtado.

“Estamos dispensando a vistoria. O usuário coloca poucos dados logado com o nosso sistema e já sai com os documentos e autorização para fazer a placa”, disse. “Estamos com a perspectiva de registrar 400 mil veículos novos neste ano, e esse serviço vai facilitar a vida do cidadão”.

COMO FAZER – No ato de compra do veículo é emitida a Nota Fiscal Eletrônica (NFe), o cidadão mesmo inicia o processo online, no portal do Detran-PR ou no aplicativo Detran Inteligente, colocando as informações da NFe, documento de identificação e foto com o documento de identificação.

Se as informações estiverem corretas, uma notificação é encaminhada por e-mail contendo a liberação da guia para emissão no site do Detran-PR. Após o pagamento, é liberada a autorização de estampagem de placa, o CRLV-e (documento para circulação) e código de segurança. O proprietário pode então buscar uma estampadora de placa credenciada pelo Detran-PR.

Quando o processo era presencial, o cidadão comprava o veículo, emitia a Nota Fiscal Eletrônica (NFe), fazia a vistoria com registro de imagens do veículo, agendava atendimento presencial no Detran-PR, onde era feita a montagem do processo, a conferência de documentos e a emissão da guia de pagamento. Somente após a finalização do processo era autorizada a estampagem da placa, emitido o CRLV-e e o código de segurança, presencialmente ou online.

A novidade vale para o emplacamento de automóveis, motocicletas, ciclomotores, motonetas, utilitários, camionetas e caminhonetes zero-quilômetro. Veículos maiores, como ônibus e caminhões, ainda precisam fazer a vistoria nos despachantes ou unidades do Detran-PR.

INOVAÇÕES – Entre as inovações que estão sendo implantadas na atual gestão, está o uso de Inteligência Artificial (IA) para a análise de processos dentro do Detran-PR, agilizando o serviço. Desta forma, não será necessária a conferência humana de processos, pois a IA vai mapear os padrões e emitir um alerta se houver algo que não atenda aos requisitos esperados. Com isso, o servidor deixa de analisar todos os processos e passa a verificar apenas aqueles que não estão no padrão solicitado.

O uso de Inteligência Artificial também vai facilitar a implantação de políticas públicas de trânsito, gerando mais informações para identificar as principais necessidades. Será possível, por exemplo, mapear as regiões do Paraná com mais acidentes de trânsito, identificar o Centro de Formação de Condutores onde o motorista tirou a carteira, entre outras ações que podem ajudar o órgão a atuar pontualmente conforme a necessidade.

Outra novidade é o pagamento do licenciamento de veículos com o PIX, o que permite a liberação instantânea do CRLV-e, mesmo com existência de multas impostas, além de reduzir os custos para o proprietário com a redução no pagamento de tarifa bancária.

Os examinadores do Detran-PR também contam agora com um aplicativo exclusivo para os exames práticos de direção para todas as categorias de CNH, chamado de Prático Digital. Ele substitui as pautas físicas e dá mais celeridade e segurança no processo de emissão da CNH.

Veja mais fotos aqui.