17 pessoas acabaram presas no Litoral do Paraná

Por Repórter Jota Silva

A Operação Cidade Segura 4, deflagrada no Litoral do Estado, prendeu 17 pessoas nesta sexta-feira (08). A operação coordenada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública teve como objetivo combater a criminalidade de maneira integrada na região. A ação contou com o apoio de 350 policiais civis, militares, penais e científicos e aconteceu de forma simultânea em Paranaguá, Colombo, Itapema e Jaraguá do Sul, ambas localizadas em Santa Catarina. 

As forças de segurança cumpriram 53 mandados de busca e apreensão. Foram apreendidas oito armas de fogo, seis celulares, além de drogas como cocaína, haxixe, maconha e ecstasy. Foram recuperados R$ 1.069,00, uma moto furtada e dois coletes balísticos.

A Polícia Penal realizou revistas nas cadeias públicas de Guaratuba e Paranaguá, bem como o encaminhamento de monitorados que estavam violando a tornozeleira eletrônica nesta região. Além disso, foram realizadas 30 transferências de apenados para Piraquara. 

“A Operação Cidade Segura atua de forma integrada, sendo extremamente importante no combate à criminalidade. Nos primeiros 10 meses do ano, tivemos uma redução significativa em homicídios e roubos no Paraná. Tudo isso se deve ao trabalho de investigação e atuação firme nas ruas”, destacou o secretário da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira. 

“Os policiais trabalharam durante mais de 6 meses para que a operação acontecesse com bons resultados. O foco agora é passar mais segurança para a população”, disse o delegado de Matinhos, Thiago Fachel.

“Nós continuaremos trabalhando de maneira integrada visando a diminuição da criminalidade”, complementou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jefferson Silva.

CIDADE SEGURA – A primeira fase foi lançada em agosto deste ano, em Curitiba, com foco no policiamento ostensivo. Quatro pessoas foram presas e dois menores apreendidos e encaminhados à Delegacia do Adolescente. Além disso, mais de 380 veículos foram vistoriados e, destes, 52 autuados por irregularidades. Na segunda fase, a operação aconteceu em Maringá. A ação mobilizou 300 policiais civis e militares, com apoio do efetivo de Curitiba. Foram 31 prisões e mais de 130 kg de drogas apreendidos.

Já a terceira edição foi deflagrada no Sudoeste com a prisão de 77 pessoas e apreensão de mais de 100 celulares, drogas, armas e anotações referentes ao tráfico de drogas. A ação aconteceu simultaneamente em Campo Largo, Francisco Beltrão, Mangueirinha, Mariópolis, Palmas, Pato Branco, Salto do Lontra, Santa Izabel do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste e Vitorino.