Deputada Maria Victoria (PP) reforça importância da imigração japonesa para o desenvolvimento do Paraná

Por Repórter Jota Silva
Créditos: Rodrigo Fonseca/CMC

A segunda-secretária da Assembleia Legislativa, deputada Maria Victoria (PP), representou o Poder Legislativo, na noite de segunda-feira (19), na sessão solene em homenagem aos 115 anos da Imigração Japonesa no Brasil, realizada na Câmara de Vereadores de Curitiba.

“É uma honra representar a Assembleia nesta solenidade que reforça os laços de amizade entre o Japão e o Paraná. Temos relações históricas e afetivas muito significativas com os japoneses e seus descendentes. Uma ligação mais que centenária, caracterizada por contribuições essenciais ao desenvolvimento socioeconômico do nosso Estado”, disse.

A sessão foi proposta pelo vereador Nori Seto (PP), representante da comunidade nipônica na Câmara de Curitiba, e homenageou 33 entidades ligadas à comunidade que se dedicam à preservação e divulgação da cultura e das tradições japonesas.

“Essas entidades e associações tem em comum a origem, o carinho, o respeito e a inspiração nos valores herdados dos imigrantes pioneiros.”, disse.

O vereador Nori Seto lembrou que os primeiros japoneses chegaram ao Brasil o dia 18 de junho de 1908, a bordo do navio Kasato Maru, no Porto de Santos, São Paulo. “Celebrar os 115 anos de imigração japonesa é preservar e fortalecer os valores e ideais que norteiam as nossas vidas”, acrescentou. 

Roteiro

A deputada Maria Victoria destacou um projeto de lei aprovado recentemente e sancionado pelo governador Ratinho Jr que criou o Roteiro Turístico da Imigração Japonesa no Paraná. A lei foi proposta pela parlamentar e pelo deputado Evandro Araújo (PSD).

“O roteiro foi instituído para fortalecer a relação e integrar as cidades que cultivam tradições nipônicas, ampliar e desenvolver atividades turísticas que gerem empregos e renda”, explicou.

O Roteiro Turístico é formado pelas cidades de Curitiba, Maringá, Londrina, Uraí, Assaí, Rolândia, Paranaguá, Cambará, Apucarana, Paranavaí e Terra Boa.

“É nosso dever de seguir os mesmos caminhos abertos há 115 anos e fortalecer essa relação exitosa, de respeito e de confiança entre o Paraná e o Japão”, frisou a deputada.